A Vossa Excelência Marcelo Ebrarde, Chefe do Governo do Distrito Federal e a Opinião Pública:

Solicitamos a demissão de Alicia Azzolini Bincaz, Fiscal Central da Procuradoria Geral da Justiça do Distrito Federal:

  • Por proteger desde a PGJDF a pederastas e violadores de meninas.
  • Por orquestrar o acordo judicial facista contra ONGs de direitos humanos femininos. Tal é o caso da Reintegração Social A.C., que na sexta-feira passada, 7 de novembro, foi objeto de uma “busca” ilegal comandada por ela com 40 supostos agentes judiciais com os rostos cobertos e ostentando armas de alto poder, mesmo sabendo que no interior havia várias meninas vítimas de traumas. Que pretende essa irresponsável fiscal? Semear o pânico para que haja outro News Divine?
  • Por simulação de atos jurídicos. Na quinta-feira passada, 30 de outubro, como consta no vídeo, Alicia Azzolini, se apresentou nas instalações da ONG mentindo que tinha uma ordem de busca. Tentou entrar no local ilegalmente, cometendo abuso de autoridade e ameaças.
  • Solicitamos a demissão da fiscal Alicia Azzolini pela detenção ilegal de voluntárias desta ONG, deixando as mesmas sem comunicação e submetendo-as a torturas psicológicas para que elas se declarassem culpadas de delitos inexistentes. Como ocorreu com a voluntária Vanessa Barroso, detida ilegalmente e torturada durante 48 horas nas celas de detenção da PGJDF, como consta no auto de liberdade da data de 8 de novembro do juizado penal 64 do Distrito Federal.
  • Por promover, através do seu cargo, uma campanha de descrédito dolosa e de violação dos direitos humanos contra uma ONG legalmente estabelecida e reconhecida há 14 anos, que contribui oferecendo proteção jurídica a menores marginalizados.
  • A fiscal da PGJDF, Alicia Azzolini Bincaz, também tem agido de forma fraudulenta para forçar uma menor de nome IIse Michel para voltar ao mesmo lugar onde foi violentada pelo seu pai, pelo seu tio e por seu avó. Suspeitosamente, a fiscal nunca os prendeu, mesmo sabendo que eles estão esperando a menina. Ainda que a associação tenha a tutela temporal da menor de acordo com a lei vigente do Distrito Federal; com já se informou, lamentavelmente ela fugiu quando chegaram os agentes judiciais porque lhe deu pânico que a forçassem a voltar com os que a violam.
  • Também solicitamos que se investigue a legalidade dos atos emanados da fiscal Alicia Azzolini, já que sua nomeação é provavelmente ilegal por ser ela estrangeira de nascimento.

Fazemos responsáveis a Alicia MUSSOLINI Bincaz e a PGJDF de qualquer represália, agressão, seqüestro e tortura contra o pessoal e voluntários da nossa instituição e pessoas que estão sob o resguardo legal.

Atenciosamente, Reintegração Social A.C.

Mais informação sobre este caso em www.aliciaazzolini.com


¿Tienes información sobre este caso u otras violaciones de los derechos humanos por la Fiscal Alicia Beatriz Azzolini Bincaz?

Contáctanos